fever

 

Todo mundo tem seu próprio ” termostato ” interno que regula a temperatura corporal. A temperatura normal do corpo é de cerca de 36,5 graus centígrados mais ou menos cerca de 0,5 graus. Ela é geralmente mais baixa pela manhã e mais alta no final da tarde. Quando o corpo detecta uma infecção ou outra doença, o cérebro responde através do aumento da temperatura corporal para ajudar a combater a doença.

A maioria dos quadros febris é provocada por doenças infecciosas comuns e de curta duração. No entanto, como a febre pode também ser um dos sintomas de várias enfermidades diferentes, é indispensável estabelecer o diagnóstico diferencial para orientar a conduta terapêutica.

Em todos os quadros febris, é muito importante medir a temperatura três ou quatro vezes por dia e anotar os valores e horários correspondentes. A febre nem sempre pode ser detectada pelo contato com a testa do seu filho. Apesar de existirem inúmeros termômetros no mercado, que medem a temperatura em diferentes áreas, os pais devem preferencialmente usar termômetros axilares para uma leitura mais precisa.

Depois de identificar uma febre, você pode começar a tratá-la com base na idade e peso do seu filho. É esperado que a criança aparente não estar bem na vigência da febre. O importante é medicar e observar o estado geral após o controle da temperatura. Sempre pedimos para observar como a criança olha e como esta agindo, se ela esta se comportando normalmente ou se demostra sinais de gravidade.

Os sinais de atenção são:

1. Idade menor que 3 meses.
2. Se o seu filho está: apático, indiferente, tem uma erupção cutânea ou apresenta dificuldade respiratória.
3. Apresenta sinais de desidratação.
4. A febre dura mais do que alguns dias.
5. Seu filho tem histórico de convulsão febril.

A febre fará com que a criança perca fluidos mais rapidamente. Deve-se oferecer líquidos em abundância para evitar a desidratação. Sinais de desidratação incluem choro sem lágrimas, boca seca e redução na diurese.

Estar preparado pode ajudar a tirar o medo da febre. Mantenha o seu termômetro pronto e acessível, de modo que você não tenha que procurá-lo quando a criança está doente. Mantenha antitérmicos como novalgina, paracetamol ou ibuprofeno infantil a mão.

Voltar para Matérias